“Para quem quer transformar o mundo, eu recomendo”
By Administrador On 17 jul, 2015 At 01:00 PM | Categorized As CUT Nacional, Notícias | With 0 Comments

Continuam abertas as inscrições para o processo seletivo da Escola Dieese de Ciências do Trabalho. Quem quiser participar da próxima turma tem até o dia 14 de agosto para se inscrever.

O curso de bacharelado em Ciências do Trabalho tem duração de três anos e é voltado para a formação de assessores e lideranças em política, economia e no movimento sindical. A sede da escola fica na capital paulista.

A primeira turma da Escola Dieese, iniciada no segundo semestre de 2012, acaba de se formar. Um dos estudantes que concluiu o curso, Alexandre Bento, recomenda a experiência.

“O que mais me agradou é a centralidade do trabalho. Eu já havia feito algumas das disciplinas quando cursei História, mas sem essa óptica do trabalhador. Você entende como o ser humano foi se relacionando com a natureza e com os outros, em busca de sobrevivência, depois a formação dos grupos e o surgimento dos sistemas”, conta Alexandre, que antes de deixar sua Santa Maria (RS) natal para morar e trabalhar em São Paulo havia cursado sete semestres de História.Alexandre, feliz com a avaliação obtida pelo seu trabalho de conclusão de curso. Arquivo pessoal

“Se alguém se sente incomodado com a situação do mundo e quer ajudar a transformar a sociedade, eu recomendo o curso”, diz.  Sobre a dinâmica das aulas, Alexandre destaca a combinação entre qualidade dos professores e o “conjunto de saberes” de cada um dos estudantes, valorizado em cada aula.

“Os professores atuam como moderadores. E de uma discussão que começa simples, com a participação de todos, você chega a conclusões inesperadas”, rememora o assessor da Secretaria de Relações Internacionais da CUT.

O curso em Ciências do Trabalho recebeu nota quatro do MEC, numa escala que vai de 0 a 5. Planejada há vários anos, mas só possível durante o segundo mandato do presidente Lula, quando recebeu autorização de funcionamento e uma sede própria, a Escola Dieese traz consigo a experiência teórica e prática de uma instituição que é referência para a compreensão do Brasil desde sua fundação, em 1955.

Embora o curso venha atraindo principalmente pessoas oriundas dos movimentos sindical e social, não é exclusivamente voltado a esse público. Na turma que se formou em junho deste ano, havia estudantes que não tinham ligação com esse setor. A mensalidade é de R$ 702. A taxa de inscrição para o processo de seleção, R$ 30. Para maiores informações, acesse http://escola.dieese.org.br/escola.

P.s.: o tema do trabalho de conclusão de curso de Alexandre Bento foi a vida dos trabalhadores imigrantes em São Paulo.

[QUOTE]




Fonte/extraído de: “Para quem quer transformar o mundo, eu recomendo”

comment closed