Em encontro, Fórum Social Mundial debateu próximos passos
By Administrador On 30 out, 2015 At 08:00 PM | Categorized As CUT Nacional | With 0 Comments

Na ultima quinta-feira (29), representantes dos movimentos sociais brasileiro e internacional participaram do seminário “Diálogos Impertinentes: o Fórum Social Mundial (FSM) na construção de um outro mundo possível”. Promovido pelos Coletivos Brasileiro e Baiano do Fórum Social Mundial e pelo Conselho Internacional (CI) do Fórum, com apoio da CUT (Central Única dos Trabalhadores), Abong (Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais), CTB, Governo do Estado da Bahia e Associação Vida Brasil, o evento pretende fomentar o diálogo entre os/as membros do CI e representantes da sociedade civil baiana e brasileira.

O objetivo do encontro é promover uma reflexão conjunta sobre a reinvenção do Fórum Social Mundial e de seu Conselho Internacional (CI) diante da atual conjuntura planetária. A atividade também será ocasião para recolher contribuições do movimento social brasileiro para a reunião do CI, que acontecerá nos dias 30 e 31, também em Salvador.

O seminário contou com três mesas de discussão. A primeira foi dedicada ao debate das conjunturas regionais e a solidariedade entre os povos, contando com representações curdas e palestinas. Na parte da tarde, a segunda mesa discutirá os atuais desafios do FSM e do processo de reestruturação do Conselho Internacional.

A última mesa de debates contou com membros do comitê organizador do Fórum Social Temático, que será realizado entre 19 e 24 de janeiro, em Porto Alegre; e do Fórum Social Mundial 2016, que acontecerá em agosto do próximo ano, na cidade de Montreal, no Canadá. Os/As organizadores/as apresentarão o processo de construção de ambos os eventos.

Ao menos 50 participantes já estão confirmados, oriundos de outros Estados brasileiros, além de representações da América Latina, Canadá, Europa e África. Espera-se ainda a presença de representantes do movimento social da Tunísia, que, recentemente, ganhou o Nobel da Paz pelo movimento de luta por democracia, que ficou conhecido como “Primavera Árabe”.

Para Rogério Pantoja, Diretor Executivo da CUT Nacional e do Conselho Internacional do Fórum Social Mundial, o processo do Fórum “está se reinventando na nova conjuntura de transformação acelerada do planeta”. Ele destaca a importância de este seminário acontecer em Salvador e a volta da reunião do Conselho Internacional ao Brasil, inclusive no momento conjuntural que o Brasil passa e a criminalização dos movimentos sociais brasileiros. Essa reunião do Conselho Internacional tem como papel de pensar a reestruturação do CI e do futuro do Fórum Social Mundial frente aos vários desafios que passam os trabalhadores um todo mundo. Temas como a crise econômica mundial, Mudanças climáticas, comunicação, migração deveram ser pontos de pauta da reunião.Participam também pela CUT Rio Grande do Sul o diretor estadual Luiz Henrique e a secretaria de juventude da Leticia Raddatz que estão acompanhando o Fórum Social Temático 15 anos que ocorrerá em Porto Alegre me Janeiro de 2016.

 




Fonte/extraído de: Em encontro, Fórum Social Mundial debateu próximos passos

comment closed