Pelo direito de protestar em Brasília, CUT sai às ruas
By Administrador On 28 jul, 2015 At 05:00 PM | Categorized As CUT Nacional | With 0 Comments

Sede do poder federal, Brasília está acostumada com grandes protestos e passeatas. Porém, um projeto aprovado na Câmara Legislativa, no último dia 30 de junho, pode restringir esse direito básico de se manifestar publicamente.

O PL 5.230, do deputado distrital Cristiano Araújo (PTB), proíbe manifestações na região do Eixo Monumental, onde está, inclusive, o Palácio do Buriti, sede do governo estadual.

A medida foi alvo de protesto da CUT na tarde desta terça-feira (28). Trabalhadores e trabalhadoras foram para a frente do Palácio do Buriti pedir que o projeto seja revogado.

“Os setores conservadores  procuram criminalizar e reprimir o movimento sindical e popular para não tratar as causas econômicas, sociais e políticas das manifestações, que levam a população a protestar em espaços públicos. Os trabalhadores não se intimidarão diante dessas medidas que barram o direito constitucional de manifestação”, disse Rodrigo Britto, presidente da CUT Brasília.

Roni Barbosa, da Executiva Nacional da CUT, comparou o governo do Distrito Federal com o paranaense, estado de origem do dirigente. “No Paraná, o Beto Richa (PSDB) tem atuado da mesma forma. Tem tentado destruir o direito dos trabalhadores e isso culminou na revolta dos professores, que foi duramente repreendida pelo governador. A Central Única dos Trabalhadores apoia a luta contra os mesmos mecanismos e o retrocesso promovido pelo [Rodrigo] Rollemberg”, explicou. 




Fonte/extraído de: Pelo direito de protestar em Brasília, CUT sai às ruas

comment closed