Golpe contra a democracia em debate nesta sexta, às 19h, em Brasília
By Administrador On 7 ago, 2015 At 02:00 PM | Categorized As CUT Nacional | With 0 Comments

Um dos temas mais tratados nos últimos meses é uma tentativa de golpe dos setores ligados à ideologia de direita contra a democracia brasileira. Para discutir o assunto, a Corrente Educadores em Luta, com o apoio da CUT Brasília, realiza o debate “Organizar a luta contra o golpe”. Entre os debatedores estão a deputada federal Erika Kokay (PT-DF) e o coordenador da corrente Educadores em Luta, Antônio Carlos. A atividade será nesta sexta-feira (7), às 19h, no auditório Adelino Cassis, da CUT Brasília.

“Todos os trabalhadores e todas as trabalhadoras, do campo e da cidade, do setor público e privado; jovens, idosos, pessoas de todos os credos estão convidadas a participar do debate. O que está em curso, com manifestações por impeachment da presidente, é um golpe contra a democracia, contra os direitos dos trabalhadores e a vontade popular depositada nas urnas. E é por isso que a CUT Brasília apoia este debate e se integra às ações para barrar os ataques da direita”, avalia o presidente da CUT Brasília, Rodrigo Brito.

Desde a vitória da presidente Dilma Rousseff nas urnas, em 2014, levantam-se bandeiras pedindo o impeachment da líder do Executivo Federal. A ação golpista, apoiada pela mídia comercial e pelos setores conservadores derrotados pelo voto, é amplamente repudiada por movimentos populares, sindicais, pastorais e partidos políticos de centro-esquerda e esquerda. Em julho, as organizações lançaram, entre outras ações, o “Manifesto Brasil”, onde afirmam que são contra a “quebra da legalidade democrática”.

“Consideramos inaceitável e nos insurgimos contra as reiteradas tentativas de setores da oposição e do oligopólio da mídia, que buscam criar, através de procedimentos ilegais, pretextos artificiais para a interrupção da legalidade democrática”, afirma trecho do manifesto, e continua “nunca se viu o que se está vendo agora: a tentativa, por parte do presidente da Câmara dos Deputados, às vezes em conluio com o presidente do Senado, de usurpar os poderes presidenciais e impor, ao país, uma pauta conservadora que não foi a vitoriosa nas eleições de 2014”.

São estas questões que estarão debate nesta sexta. Por isso, é um debate oportuno para todos que defendem um projeto de desenvolvimento democrático e de interesse da classe trabalhadora.




Fonte/extraído de: Golpe contra a democracia em debate nesta sexta, às 19h, em Brasília

comment closed