Dilma anuncia corte de oito ministérios
By Administrador On 2 out, 2015 At 12:00 PM | Categorized As CUT Nacional | With 0 Comments

Na manhã desta sexta-feira (02), a presidenta Dilma Rousseff (PT) anunciou oficialmente a reforma ministerial. Ao todo, foram cortadas 10 pastas e criadas outros duas. Dessa forma, haverá uma queda de 39 para 31 ministérios.

Com a nova formação, o PMDB chegou a sete ministérios, se aproximando do PT, que acumula nove. PTB, PSD, PDT, PCdoB, PRB, PP e PR ficaram com uma pasta cada. Nove ministros não são filiados a partidos.

“O Estado brasileiro, em especial o Executivo, deve estar preparado para assumir uma dupla função. De um lado, ser o parceiro da iniciativa privada. E de outro assegurar igualdade de oportunidades a todos os cidadãos e cidadãs brasileira. Por isso, melhorar a gestão publica federal é um desafio constante”, afirmou Dilma, antes de anunciar os nomes que iriam compor o novo corpo ministerial.

De acordo com o governo, a economia com os cortes nos ministérios será de R$ 200 milhões por ano. Para colaborar com esse valor, Dilma anunciou que os ministros terão um corte de 10% em seus salários, que 3 mil cargos comissionados foram cortados,  30 secretarias deixaram de existir e imposição de limite nos gastos com viagens, telefones e diárias de funcionários e ministros.

Para justificar os cortes e a economia, a presidenta afirmou: “Nós estamos num momento de transição de um ciclo para um outro ciclo, de expansão, que vai ser profundo, sólido e durador. Quero dizer que, apesar de termos feito profundos cortes no Orçamento, fizemos cortes significativos nas despesas, quero dizer que continuamos implementando políticas fundamentais para nossa população.”

Confira a relação de ministros do governo:

Casa Civil: Jaques Wagner

Comunicação Social: Edinho Silva

Cultura: Juca Ferreira

Desenvolvimento Agrário: Patrus Ananias

Desenvolvimento Social: Tereza Campello

Educação: Aloizio Mercadante

Justiça: José Eduardo Cardozo

Secretaria de Governo: Ricardo Berzoini

Trabalho e Previdência: Miguel Rossetto

Agricultura e Pesca: Kátia Abreu

Aviação Civil: Eliseu Padilha

Ciência, Tecnologia e Inovação: Celso Pansera

Minas e Energia: Eduardo Braga

Portos: Helder Barbalho

Saúde: Marcelo Castro

Turismo: Henrique Eduardo Alves

Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior: Armando Monteiro

Cidades: Gilberto Kassab

Comunicações: André Figueiredo

Defesa: Aldo Rebelo     

Esportes: George Hilton

Integração Nacional: Gilberto Occhi

Transportes: Antônio Carlos Rodrigues

Advocacia Geral da União: Luís Inácio Adams

Banco Central: Alexandre Tombini

Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos: Nilma Lino Gomes

Controladoria Geral da União: Valdir Simão

Fazenda: Joaquim Levy

Meio Ambiente: Izabella Teixeira

Planejamento: Nelson Barbosa

Relações Exteriores: Mauro Vieira

 




Fonte/extraído de: Dilma anuncia corte de oito ministérios

comment closed