Deputados adiam votação do Plano do Magistério e impedem os trabalhadores de acompanhar o debate
By Administrador On 1 dez, 2015 At 06:00 PM | Categorized As CUT Estadual SC | With 0 Comments

Numa atitude arbitrária os deputados estaduais da Assembleia Legislativa de Santa Catarina – Alesc impediram os trabalhadores de acompanhar a votação da Comissão de Constituição e Justiça – CCJ, que tratava sobre o Plano de Carreira do Magistério. Mais de mil trabalhadores da educação, saúde, segurança e outros setores do serviço público estadual, ocuparam os corredores e galerias da Alesc na manhã do dia primeiro de dezembro, em Florianópolis.

Alegando medidas de segurança, mesmo com cadeiras vazias na parte superior, apenas uma pequena parcela de trabalhadores pode entrar no plenário para acompanhar a votação e pronunciamento dos deputados sobre projetos que afetam diretamente os servidores estaduais e a qualidade nos serviços públicos de Santa Catarina.

Os que não puderam entrar, não ficaram calados. Gritavam e batiam forte nas vidraças do plenário, os deputados mal conseguiam ouvir a fala um do outro. Apesar de que alguns ainda cochichavam e esboçavam sorrisos ao ver a situação humilhante de trabalhadores implorando pelo direito de entrar na casa que, em tese, pertence ao povo!

A pressão surtiu efeito! O deputado relator dos projetos, Valdir Cobalchini do PMDB afirmou não ter tido tempo suficiente para analisar as propostas, de procedência do Executivo, e pediu mais uma semana para a apresentação dos pareceres. Adiando para a próxima reunião da CCJ, que acontecerá na terça-feira, dia 08 de dezembro.

A professora estadual e presidenta da CUT-SC, Anna Julia Rodrigues parabenizou os trabalhadores eTrabalhadores batiam nas vidraças do Plenário pedindo para entrar e acompanhar votação trabalhadoras que lotaram a Assembleia Legislativa e todas as categorias do estado que estão unidas para a manutenção e ampliação dos seus direitos. “Se teve algo positivo que essas medidas do governo Colombo estão nos trazendo é a união da classe trabalhadora e união de todos os servidores e servidoras do estado”, destacou Anna que lembrou da construção do Fórum dos Servidores Estaduais que está organizando as atividades e mobilizações contra os projetos de Raimundo Colombo.

No período da tarde os trabalhadores e trabalhadoras se reuniram numa grande assembleia na Praça Tancredo Neves, que fica em frente à Alesc, e tiraram vários encaminhamentos de pressão ao governo Colombo e aos deputados da base aliada. 




Fonte/extraído de: Deputados adiam votação do Plano do Magistério e impedem os trabalhadores de acompanhar o debate

comment closed