12º CECUT Pará começa nesta sexta (28)
By Administrador On 26 ago, 2015 At 04:00 PM | Categorized As CUT Nacional | With 0 Comments

Com a temática geral de “Como fazer sindicalismo na Amazônia” percorrendo os caminhos da Democracia, Trabalho, Educação, Organização e Desenvolvimento, a Central Única do Trabalhadores (CUT) – Pará abre nesta sexta-feira (28) o 12º Congresso Estadual (CECUT).

Cerca de 285 delegados e delegadas estão credenciadas para participar do CECUT, que acontece no centro Mariápolis, em Benevides, município que fica a 70km de Belém. 

No mesmo dia, a CUT completa 32 anos de existência, lutando por democracia e direitos, inclusão, paridade. De maneira bem visual e usando místicas, o aniversário será comemorado logo na abertura, após a apresentação da Rádio Pai D´égua, com transmissão ao vivo.

“Rádio Paidégua” será uma forma lúdica e informativa de apresentar o congresso e outras novidades que vão acontecer, como a Feira de Saberes & Sabores, os espaços temáticos: Marcha das Margaridas, Espaço do Chico – Papa Francisco e Chico Mendes, e Meio Ambiente. 

Alegria, alegria – O congresso como um todo terá vários momentos lúdicos e formativos, como a mística em homenagem à classe trabalhadora e a homenagem à luta da paridade.

A CUT retomou o seu papel histórico e estratégico nos rumos da luta de classes no país, mostrou mais uma vez a capacidade de luta da classe trabalhadora, que multiplicou e unificou bandeiras de lutas.

 O papel da Central, especialmente no último período, é de suma importância tanto na luta por direitos quanto na defesa da democracia. Lutando contra todas as propostas que visam reduzir direitos, tais como o ajuste fiscal do governo central, a manutenção da política de valorização do salário mínimo, contra a redução da maioridade penal, entre outros.

Nesse contexto, a CUT Pará realizará seu debate a partir de importantes eixos: educação, trabalho, democracia, organização e desenvolvimento, que serão as vertentes para a construção de uma plataforma de lutas da classe trabalhadora, com amplo acolhimento dos movimentos sociais.

Ressaltando que das cinco plenárias macrorregionais, realizadas antes do 12º CECUT PA, emergiram 463 desafios e 183 propostas para o Plano Lutas, pontos esses que estarão presentes nos 5 trabalhos de grupo.

 

 Um pedacinho de vida Além disso, vale ressaltar que é um imenso desafio fazer sindicalismo na Amazônia, com produção de ricos debates, participação popular e parceria com os movimentos sociais.

Nadando contra a correnteza do conservadorismo e da dificuldade geográfica do nosso Estado, a CUT Pará realizará um congresso acolhedor e amazônica, onde a preocupação com o meio ambiente será demonstrada num gesto em que a Central doará a cada participante um pedacinho da floresta. Serão entregues mudas de plantas da região como Jambeiro, Mirindiba, Fruta Pão, Mangueira, Biribá, Oití, Jutaí e Paineira.

 

Para a coordenadora adjunta do CONCUT e secretária de Comunicação da CUT-PA, Vera Paoloni, “este 12º CECUT consolida um mergulho que fizemos nas 5 macrorregiões do Pará, exercitando o diálogo, sistematizando o que foi dito, e no Congresso essa semente de várias lutas vai tomar forma e corpo coletivos, tendo como estandarte a esperança de dias melhores para a classe trabalhadora.

Como se vê, um belíssimo desafio para este final de semana que, com certeza, mudará para melhor a vida de cada um e de cada uma de nós que estamos construindo um mundo com mais liberdade, direitos e democracia”.

 




Fonte/extraído de: 12º CECUT Pará começa nesta sexta (28)

comment closed